Poder

Número de acidentes e mortes aumentou durante o carnaval nas BRs do Maranhão

O número de acidentes nas rodovias federais, que cortam o Maranhão, aumentou durante o período de Carnaval deste ano. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, de 25 de fevereiro a 2 de março, foram registrados 20 acidentes, com 21 pessoas feridas e três mortes. Os dados são do balanço final da Operação Carnaval 2022.

Um dos registros de óbito aconteceu nessa terça (1°) na BR-316, no município de Caxias. O acidente também deixou outra pessoa gravemente ferida. Outro acidente com morte foi na BR-010, na cidade de Imperatriz, onde um idoso, de 90 anos, morreu após ser atropelado por um caminhão.

Em comparação com igual período de 2021, o aumento no número de acidentes foi de 42,8% em 2022. No ano passado, foram registrados 14 acidentes, que deixaram 19 pessoas feridas e não houve registro de óbito.

Autuações

Durante a Operação Carnaval 2022, a PRF realizou algumas autuações, sendo:

Alcoolemia por constatação: 13
Alcoolemia por recusa: 51
Pessoas detidas por embriaguez ao volante: 5
Ultrapassagem proibida: 94
Criança sem cadeirinha (DRC): 62
Durante toda a operação, a PRF realizou 1.769 testes de alcoolemia, fiscalizou 1.966 veículos e prestou 51 auxílios a usuários das BRs.

Em comparação com 2021, o número de autuações também aumentou em 2022. No ano passado, a PRF registrou:

Alcoolemia por constatação: 7
Alcoolemia por recusa: 9
Pessoas detidas por embriaguez ao volante: 2
Ultrapassagem proibida: 87
Criança sem cadeirinha (DRC): 20
Veículos fiscalizados com abordagem: 1.727
Auxílios prestados pela PRF: 36
De acordo com a PRF, o aumento no número de casos de acidentes e autuações pode ser explicado porque 2021 foi um ano de restrições mais severas por causa da pandemia. Inclusive para a realização do teste do etilômetro, uma vez que necessariamente o condutor deve soprar o aparelho, o que libera partículas no ar.

A Operação Carnaval é parte integrante da Operação Rodovida, que tem o objetivo de reduzir a violência no trânsito.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários