Poder

Alvo de auditoria do TCE, empresa abocanhou contrato milionário em Lago do Junco

Alvo de uma auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE), a GPA Construções vem operando na Prefeitura de Lago do Junco movimentando cifras milionárias.

A reportagem do Blog do Neto Ferreira apurou que a empresa, localizada na Raposa, abocanhou um contrato R$ 3.283.725,09 milhões para executar serviços de manutenção preventiva e corretiva, reforma e/ou adequações, nas escolas da Rede Municipal de Ensino de Lago do Junco.

O contrato foi firmado no dia 3 de fevereiro via Secretaria de Educação, que é gerida por Robson Sousa Cruz.

Em 2020, o TCE deu um prazo de 30 dias para que a prefeita de Anapurus, Vanderly Monteles (PSDB), explicasse o uso de dinheiro público para pagamento por serviços fantasmas que envolvia a GPA Construções. A informação foi revelada pelo site do Atual 7.

As ilegalidades foram apontadas pela Corte de Contas em auditoria sobre recursos dos precatórios do antigo Fundef, atual Fundeb. A fiscalização teria sido finalizada em outubro de 2018.

Segundo o TCE, dos mais de R$ 15 milhões recebidos dos precatórios do Fundef em 2018, a gestão Vanderly Monteles repassou ao menos R$ 351.940,05 para a empresa GPA Construções e Serviços Ltda – ME, sem a devida contraprestação dos serviços de reformas em escolas do município.

Os auditores dizem que a GPA embolsou exatos R$ 561.086,42 mil para realizar em diversas escolas da zona rural de Anapurus os serviços de pintura; cobertura e proteções; instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias; e de revestimentos e esquadrias. Apesar dos processos de pagamentos apresentados pela prefeitura garantirem que os serviços foram 100% concluídos, em pelo menos quatro unidades, apenas a pintura foi executada.

Esses contratos, inclusive, foram omitidos da corte de Contas estadual, violando as leis de Licitações e de Acesso à Informação, além de instrução normativa do TCE-MA que torna obrigatório o envio ao tribunal de elementos necessários à fiscalização das contratações públicas, por meio do chamado Sacop (Sistema de Acompanhamento Eletrônico de Contratação Pública).

A GPA é administrada por Glabson de Jesus Pereira.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Alvo de auditoria do TCE, empresa abocanhou contrato milionário em Lago do Junco”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Diário Codoense

    A gestão do Prefeito Zé Francisco (PSD), de Codó, contratou essa empresa por R$ 7,2 milhões.

  2. THYAGO

    LAVAGEM DE DINHEIRO DESCARADA….LEMBREM QUE JUSTIÇA BLOQUEOU 20 MILHÕES DA CONTA DO EX-PREFEITO OSMAR FONSECA, MARIDO DA ATUAL PREFEITA…OU SEJA, COISA TA APERTADA POR LA, TEM QUE ARRUMAR DINHEIRO DE ALGUM LUGAR.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários