Poder

Alckmin confirma filiação ao PSB e abre caminho para ser vice de Lula

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou na manhã desta sexta-feira (18) que irá se filiar ao PSB. A informação foi divulgada em postagem nas redes sociais.

“O tempo da mudança chegou! Depois de conversar muito e ouvir muito eu decidi caminhar com o Partido Socialista Brasileiro – PSB. O momento exige grandeza política, espírito público e união”, escreveu ele.
O texto é acompanhado de uma foto de Alckmin com uma citação de Eduardo Campos. “Não vamos desistir do Brasil”.

A frase é um trecho de uma fala dita pelo ex-governador de Pernambuco durante a campanha à presidência do Brasil.

“Não vamos desistir do Brasil. É aqui onde nós vamos criar nossos filhos, é aqui onde nós temos que criar uma sociedade mais justa”, afirmou ele em entrevista ao Jornal Nacional dias antes de falecer.

Campos morreu após queda de um jato particular em agosto de 2014. Ele era o candidato do PSB nas eleições presidenciais.

A cerimônia de filiação do ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido) ao PSB está prevista para ocorrer às 10h30 da próxima terça-feira (23).

A informação foi antecipada pelo presidente da legenda, Carlos Siqueira, ao blog da jornalista Andréia Sadi na quinta-feira (17).

A filiação do ex-tucano ao PSB deve selar na disputa pela Presidência da República a chapa Lula-Alckmin, que vem sendo negociada desde meados de 2021.

Ex-governador de São Paulo por quatro vezes, Alckmin deixou o PSDB no final de 2021, após 33 anos na sigla.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários