Poder

Promotoria mira contrato de R$ 688 mil da Prefeitura de Paço do Lumiar

A titular da 1ª Promotoria de Paço do Lumiar, Gabriela Brandão da Costa Tavernad, instaurou um inquérito para apurar supostas irregularidades em um contrato de quase R$ 700 mil fechado entre a Prefeitura da cidade e a empresa J. de Souza Alves Filho Comércio e Serviços, que pertence a José de Souza Alves Filho.

Segundo as informações, a representante ministerial já havia aberto uma investigação preliminar sobre o caso, mas houve a necessidade do aprofundamentos dos fatos para coletar mais elementos a fim de adotar as medidas cabíveis.

Em abril de 2021, a Prefeitura de Paço do Lumiar, administrada por Paula da Pindoba, decidiu contratar a J. de Souza Alves Filho Comércio e Serviços, conhecida como JDS Comércio e Serviços pelo valor R$ 688.299,30 mil visando o fornecimento de equipamentos hospitalares. O contrato foi firmado via Secretaria de Saúde luminense em adesão a ata de registro de preços referente à Ata de Registro de Preços nº 1708.025/2020, decorrente do processo licitatório na modalidade Pregão Presencial n° 025/2020, realizado pela Prefeitura Municipal de Guimararães-MA.

A reportagem do Blog do Neto Ferreira apurou que, no momento da habilitação da licitação, a empresa forneceu um endereço diferente ao cadastrado na Receita Federal.

Para a Prefeitura, a JDS afirmou que funciona a Rua 33, Quadra 19, nº 14, Vinhais, São Luís, já para o órgão federal na rua Q, quadra 096, número 56, Cohatrac I. Ambos em São Luís.

O Blog localizou os dois endereços e verificou que se tratam de imóveis residenciais, que não possuem placas de identificação da empresa.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Promotoria mira contrato de R$ 688 mil da Prefeitura de Paço do Lumiar”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Gaviao

    Adolfo procurador opera esquema via carlos luna, Maranhao neto e Elias, Luana e Magnum são os donos da digao, esquema na compra de álcool, respiradores…. Paço virou um antro de corrupção

  2. Gaviao

    Adolfo procurador opera esquema via carlos luna, Maranhao neto e Elias, Luana e Magnum são os donos da digao, esquema na compra de álcool, respiradores…. Paço virou um antro de corrupção. Nos socorra Gabriela

  3. Marlon

    Adolfo procurador opera esquema via carlos luna, Maranhao neto e Elias, Luana e Magnum são os donos da digao, esquema na compra de álcool, respiradores…. Paço virou um antro de corrupção. Nos socorra Gabriela

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários