Poder

Procuradoria investiga suposta fraude em contrato de R$ 346 mil da Prefeitura de Buriti

Arnaldo Cardoso, prefeito de Buriti, está no centro de uma investigação que apura suposta fraude em um processo de dispensa de licitação.

O inquérito foi instaurado pelo procurador da República, Marcílio Nunes Medeiros, atendendo ao pedido da Procuradoria Geral de Justiça do Maranhão que relatou possível fraude no processo de
dispensa de licitação nº 12/2021, que resultou na contratação da Lamed Distribuidora, para aquisição de medicamentos de uso hospitalar visando atender as necessidades da Secretaria Municipal de Saúde, no valor global de R$ 346.427,20 mil.

No entanto, os produtos estariam sendo fornecidos pela empresa Jefferson da Silva Aguiar Eireli e não pela Lamed Distribuidora.

Se as acusações forem confirmadas, o prefeito poderá ser alvo de uma Ação Civil Pública e sofrer sanções judiciais.

As investigações tem 90 dias para serem concluídas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários