Poder

Governo Flávio Dino prevê pagar R$ 21 milhões à Globaltec por bibliotecas móveis

Criada em maio de 2018, a Globaltec Tecnologia Educacional vem operando no governo Flávio Dino (PSB) movimentando contratos com valores estratosféricos na educação estadual.

Um pesquisa realizada pela reportagem do Blog do Neto Ferreira mostra que entre maio do ano passado e fevereiro de 2022 foram fechados, sem licitação, três acordos contratuais com valor total que gira em torno de R$ R$ 21.256.526,76 milhões.

As contratações ocorreram via Secretaria Estadual de Educação (Semed) visando o fornecimento de livros, equipamentos e materiais para a implatação de Bibliotece Móvel, projeto denominado Giroteca.

O primeiro contrato firmado entre a pasta da Educação e a Globaltec foi em maio de 2021 no valor de R$ 1.184.000,00 milhão. Sete meses depois, a empresa voltou a ser contratada, agora por uma quantia mais alta, R$ 9.846.899,92 milhões.

Já em fevereiro, o governo decidiu contratar novamente a empresa pelo montante de R$ 10.225.626,84 milhões. Este último é referente a 27 unidades da biblioteca móvel e cada uma custará R$ 378.726,92 mil.

A Globaltec tem um capital social de R$ 250 mil e é de propriedade de Raimundo Kléber Castro Santos. Ela fica localizada no Edifício comercial Vinícius de Moraes, no bairro do Calhau, em São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários