Poder

Delegada vai cumprir prisão domiciliar após ser presa por exploração ilegal de jogos

A delegada da Polícia Civil, Sarah Bomfim, foi conduzida, nesta quarta-feira (23), para a sede da Superintendência de Prevenção e Combate à Corrupção, no São Francisco, e vai cumprir prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica por determinação do Poder Judiciário.

Segundo a polícia, a delegada e mais dois servidores da Secretaria de Segurança Pública (SSP) são suspeitos de favorecerem um esquema criminoso de jogos de azar na Grande Ilha. Este ato ilegal é investigado pela equipe da Seccor.

Em cumprimento de ordem judicial, Sarah Bomfim foi ouvida na quarta-feira pela equipe da Seccor e ficou ciente que deve cumprir prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica e está afastada das suas funções.

Ela chegou a ser presa no dia 17 de janeiro deste ano, mas, acabou sendo solta após cinco dias por ordem da Justiça. A polícia informou que Sarah Bomfim era a delegada titular do 13º Distrito Policial do Cohatrac, na capital (reveja aqui).

Em nota, a assessoria de comunicação do governo informou que o caso segue sob sigilo de Justiça e que, antes da conclusão dos trabalhos investigativos, não serão divulgados detalhes. Por decisão judicial, a delegada segue afastada de suas funções.

Do Imirante.com


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários