Poder

Assembleia Legislativa vai analisar pedido de anulação de comissões

A direção da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa deve se posicionar nas próximas horas a respeito de um requerimento apresentado pelo líder do Governo na Casa, deputado Rafael Leitoa (PDT), subscrito por pelo menos 21 parlamentares, que pede a anulação da nova composição de blocos e, consequentemente, de comissões técnicas da Casa.

A polêmica foi iniciada há duas semanas, no reinício das atividades no Legislativo, após uma bancada alinhada ao senador Weverton Rocha (PDT) e com deputados também aliados do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL), ter formado o maior bloco parlamentar da Assembleia.

Por ser o maior bloco, os membros do colegiado obtiveram a prerrogativa de indicar nomes para a composição das comissões mais importantes da Casa, a exemplo da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

A CCJ, por exemplo, ficou sob o comando de Márcio Honaiser, do PDT, aliado de Weverton Rocha. Foi então que deputados governistas mais próximos do vice-governador Carlos Brandão (PSB) – que assumirá o Palácio dos Leões em definitivo no mês de abril -, apontaram manobra e ameaça a governabilidade do futuro chefe do Executivo.

Rafael Leitoa apresentou o requerimento questionado os atos da Mesa Diretora que deram aval para a configuração das novas comissões e durante a sessão ordinária da última quarta-feira abriu forte discussão na Casa com aliados de Weverton.

“Nos termos que dispõe o Regimento Interno da Assembleia Legislativa do Maranhão, requeremos que os atos praticados para a formação das comissões que nomeiam seus membros titulares e suplentes deste Poder, sejam anulados sob a a legação de irregularidades regimentais”, destaca trecho do documento.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PDT, alvo de críticas, prometeu dar um parecer técnico sobre o tema.

Ele afirmou que a matéria seria analisada nos próximos dias. A expectativa é de que nesta semana o tema volte à discussão na Casa.

Do Imirante.com


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários