Poder

Relatório do Coaf motiva inquérito contra produtora por desvio de verbas em Colinas

Relatório de Inteligência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras – COAF motivou a abertura de uma investigação criminal contra a produtora de eventos Daniel Gomes da Silva Lopes Comércio-ME, mais conhecida como DGR Produções, localizada em Colinas, interior do Maranhão.

O inquérito foi instaurado pelo procurador da República, Pedro Henrique Oliveira Castelo Branco, visando apurar indício de desvio de recursos públicos na contratação da empresa pela Prefeitura colinense com base no documento encaminhado pelo órgão de controle.

Segundo a Procuradoria, o Coaf apontou movimentações financeiras suspeitas da DGR Produções. O relatório também cita outras pessoas que estariam envolvidas direta e indiretamente com a produtora. O período analisado de quando as transações bancárias atípicas teriam sido realizadas não foi detalhado.

Para iniciar a coleta de provas no âmbito do Procedimento Investigatório Criminal, o procurador Pedro Henrique Branco determinou o reenvio de um ofício à Receita Federal solicitando informações sobre a empresa colinense.

A reportagem do Blog do Neto Ferreira apurou que a DGR, que pertence a Daniel Gomes da Silva Lopes, movimentou contratos com diversas Prefeituras do Maranhão entre 2015 a 2021, como Mirador, Presidente Dutra, São Luiz Gonzaga, São João dos Patos, Paraibano, Jatobá, Capinzal do Norte.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários