Poder

PGJ pede proibição de festas após aumento de casos da Covid-19 no Maranhão

O Ministério Público, por meio do procurador geral de Justiça, Eduardo Nicolau, emitiu uma Recomendação pedindo a proibição de festas devido ao aumento de casos da Covid-19 em todo o Maranhão.

O documento foi destinado ao governador do Estado, Flávio Dino (PSB), e aos prefeitos maranhenses.

Segundo informações, além da proibição das festividades,como vaquejadas, festejos, carnaval e similares, o procurador requereu também a negativa de licenças e autorizações para festividades e demais eventos privados que possam ocasionar qualquer tipo de aglomeração, enquanto durar a emergência sanitária decorrente da pandemia de Covid-19.

Eduardo Nicolau sugeriu a Dino e aos gestores municipais que decretem o uso obrigatório de máscaras em locais públicos e privados, fechados ou abertos.

Na sexta-feira (7), o chefe do Palácio dos Leões já havia editado um novo decreto declarando a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados em todo o estado (reveja aqui).

Até o momento, não há qualquer sinalização por parte do governador ou prefeitos sobre o cumprimento da Recomendação.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “PGJ pede proibição de festas após aumento de casos da Covid-19 no Maranhão”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Márcio Jerry é alvo de críticas após “celebrar” aglomeração em Passagem Franca - Neto Ferreira – Conteúdo InteligenteNeto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] Devido ao número crescente de infectados, o Ministério Público emitiu uma Recomendação pedindo a proibição de festividades, como vaquejadas, festejos, carnaval e similares no Maranhão (reveja aqui) […]

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários