Poder

Mais de 100 famílias estão desabrigadas em Mirador

Continua o drama dos moradores do município de Mirador que enfrentam uma situação caótica, após a cheia do rio Itapecuru, por causa das chuvas intensas. Ao todo, 101 famílias estão desabrigadas. Nesta quarta-feira (5), o nível do rio Itapecuru baixou 1,20 metro.

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) trabalham desde o fim de semana. Muitas pessoas ficaram ilhadas na zona rural do município. São cerca de 20 povoados isolados por conta do volume da água. Medicamentos e alimentação são levados para as famílias afetadas pela enchente.

Segundo informações do major Belo, comandante da operação em Mirador, os povoados maiores como Ibipira, Conceição e Cocos receberão apoio de equipes em embarcações com bombeiros vindos de Balsas, Caxias e de São Luís. Das 15 pontes atingidas, duas já estão liberadas após a baixa do rio

Além dos resgates de ilhados, o trabalho dos bombeiros é voltado também para o remanejamento das vítimas, que deverão receber cestas básicas disponibilizadas pelas autoridades. Algumas famílias preferiram ficar em casa de parentes, mas há atendimento em abrigos pelas cidades. Há também serviço de traslado até hospitais para quem precisa de atendimento médico.

Na segunda-feira (3), a Prefeitura de Mirador decretou situação de emergência.

Do Imirante.com


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários