Poder

Alvo do Gaeco, Construservice fechou contrato milionário com Prefeitura de Coelho Neto

Alvo do Gaeco por esquema de agiotagem e crime organizado, a Construservice Empreendimentos fechou um contrato milionário com a Prefeitura de Coelho Neto, administrada por Bruno Silva.

No registros do Sistema de Acompanhamento de Contratações Públicas do TCE constam que a contratação ocorreu no final de setembro do ano passado por meio da Secretaria Municipal de Planejamento, Administração e Finanças de Coelho Neto.

O contrato prevê a recomposição de meios fios, sarjetas e calçadas nas diversas ruas e avenidas identificados nos bairros: Centro, Santana, Bom Sucesso, Sarney, São Francisco, Anil, Quiabos, Multirão, Parque Amazonas e Novo Astro pelo valor de R$ 2.851.905,75 milhões.

A Construservice tem como sócio oculto o empresário Eduardo José Barros Costa, conhecido como Eduardo DP. Ele já foi preso diversas vezes por forte suspeita de estar envolvido em um esquema de desvio de R$ 100 milhões de 42 prefeituras do Maranhão.

Em 2015, a empreiteira foi alvo da operação Imperador I deflagrada contra a Máfia da Agiotagem no Maranhão. Investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Polícia Civil do Maranhão apontou que a construtora teria envolvimento com o crime organizado.

Além de Prefeituras maranhenses, a empresa de DP tem forte atuação e movimenta contratos milionários no Governo do Estado, principalmente nas Secretarias das Cidades e de Infraestrutura.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários