Poder

Vitória do Mearim ganha Núcleo Regional da Defensoria Pública

O município de Vitória do Mearim foi contemplado com a instalação de um inédito Núcleo Regional da Defensoria Pública do Estado do Maranhão. Essa conquista foi possível mediante a parceria entre a Defensoria e a Prefeitura de Vitória do Mearim, que doou o terreno e servidores para o órgão.

A inauguração, realizada na última quarta-feira (15), foi um grande marco para a cidade, e em tempo recorde. Desde as primeiras tratativas da diretoria estadual do órgão e com a Prefeitura de Vitória, até o ato de inauguração, foram apenas 61 dias.

“Esse é mais um equipamento público que nos esforçamos para trazer para Vitória do Mearim, visando dar acesso a direito àqueles que mais precisam e que, por muitas vezes, não conseguem, seja por falta de recursos para contratar um advogado, seja por falta de orientação técnica”, pontuou o prefeito Nato da Nordestina.

Em Vitória do Mearim, a presença da Defensoria estadual beneficiará uma população superior a 32 mil habitantes. Transmitida pelo Instagram da DPE/MA, a solenidade de inauguração na comarca foi acompanhada por autoridades dos Poderes Executivo, Judiciário e Legislativo, além de representantes da sociedade civil.

“Nós estamos sempre em busca de parceiros, estamos ao lado daqueles que querem garantir os direitos dos que mais necessitam. Aqui em Vitória do Mearim, temos o prefeito Nato da Nordestina, com sua equipe, que foi incansável nessa luta até o dia de hoje”, enfatizou o defensor público-geral, Alberto Bastos.

Econúcleo

Os econúcleos da atual fase custam menos que uma obra convencional de alvenaria. A construção modular também garante mais rapidez na execução da obra, com previsão de conclusão em 30 dias, redução na geração de resíduos e utilização de material com qualidade superior à tecnologia anterior.

Além disso, a adoção de placas solares continua sendo uma das marcas da obra, o que torna os econúcleos autossuficientes em energia elétrica. A Defensoria utilizou também mão de obra prisional na fabricação dos móveis da unidade.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários