Poder

Procuradoria Geral de Justiça mira licitação R$ 5,1 milhões da Prefeitura de Alcântara

Sede da Prefeitura de Alcântara

A Prefeitura de Alcântara, administrada por William Guimarães da Silva, mais conhecido como padre William, está no centro de uma investigação criminal que apura supostas irregularidades em uma licitação milionária.

O inquérito foi instaurado no âmbito da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), que converteu a Notícia de Fato nº. 034179-750/2021 em Procedimento Investigatório Criminal- PIC devido a necessidade de aprofundar os fatos.

Segundo o documento publicado pelo Ministério Público, o caso está sendo apurado pelo assessor especial da PGJ, promotor Pedro Lino Silva Curvelo, que identificou fortes indícios de irregularidades no processo licitatório realizado na modalidade Pregão Presencial nº. 02/2021, cujo objeto é o fornecimento de materiais de expediente, limpeza, copa e cozinha pelo valor de R$ 5.132.809,00 milhões.

A investigação tem 90 dias para ser concluída. Se for comprovada as suspeitas, o prefeito padre William poderá ser denunciado à Justiça e ser responsabilizado criminalmente.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários