Poder

PGJ investiga Fábio Gentil por influência ilícita em Lei que beneficia seus familiares

A Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) abriu uma investigação criminal contra o prefeito de Caxias, Fábio Gentil.

Segundo o documento, o gestor teria praticado influência ilícita na aprovação de Lei em benefício próprio e de familiares.

O caso está sendo apurado pelo assessor especial da PGJ, promotor Danilo José de Castro Ferreira, que instaurou um Procedimento Investigatório Criminal (PIC), mas não deu mais detalhes e não informou qual Lei se trata.

O PIC tem 90 dias para ser concluso e se as provas forem confirmadas, Fábio Gentil poderá ser responsabilizado criminalmente na Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários