Poder

PGJ investiga contratos de locação de veículos da Prefeitura de Alcântara

A Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) instaurou uma investigação criminal para apurar indícios de irregularidades em contratos de locação de veículos da Prefeitura de Alcântara.

O caso está sendo apurado pelo promotor de Justiça Fábio Henrique Meireles Mendes, por delegação do procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau.

Segundo as informações da PGJ, há supostas irregularidades nos contratos de empresa especializada em serviço de gerenciamento de frotas e nos contratos de locação de veículos e vans para o Município de Alcântara.

Como parte dos trabalhos, o promotor determinou o encaminhamento de todos os documentos dos processos licitatórios da Prefeitura referente aos objetos citados, incluindo os Contratos nºs 50, 51, 52 e 53/2021; b) Processo Administrativo nº 006/2021 e Pregão Eletrônico nº 001/2021-CPL/PMA, bem como os os Contratos nºs 060, 062 e 063/2021; e c) ARP nº 004/2021 para a Assessoria Técnica da Procuradoria-Geral de Justiça, onde serão analisados.

O prazo de conclusão o Procedimento Investigatório Criminal é 90 dias.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários