Poder

“Mudaria de posição se a maioria a rejeitasse”, diz Flávio Dino sobre apoio a Brandão

O xadrez político maranhense deve ter uma reviravolta em breve. Em entrevista ao Bom Dia Mirante, o governador Flávio Dino (PSB) revelou que poderá mudar de posição acerca do apoio ao vice e pré-candidato à sucessão para o Palácio dos Leões, Carlos Brandão (PSDB) em 2022.

No final de novembro, Dino anunciou que iria apoiar Brandão classificando a decisão como opção pessoal, mas o colegiado de partidos aliados, que é favorável ao projeto do senador Weverton Rocha (PDT), não aceitou.

Na manhã desta terça-feira (21), o governador admitiu que se a maioria rejeitar a sua posição, irá mudar a decisão e apoiará a do grupo.

“É uma mesa de partidos, nós temos treze partidos hoje que integram o governo. Existem os prefeitos que nos apoiam, existem os deputados estaduais que nos apoiam, a bancada federal. Esses são os núcleos decisórios principais. Eu apresentei uma opinião, vou aferir. A maioria dos partidos concorda ou discorda? A maioria dos prefeitos concorda ou discorda? Dos deputados? Então, se maioria considerar que a minha posição está errada, obvio que eu seria o primeiro a revê-la”, disse.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários