Poder

Adelmo Soares fura teto e já gastou R$ 417 mil com cota parlamentar em 2021

Foto: Reprodução

Presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Maranhão, o deputado Adelmo Soares (PCdoB) já consumiu exatos R$ 417.798,30 em recursos públicos do “cotão”, como é chamada a cota para o parlamentar bancar gastos relativos ao mandato.

O valor só não é maior em razão do repasse mensal legal ser de apenas R$ 41.779,83. Se fosse levado em conta as estouradas de teto do comunista, o consumo até o mês de novembro, que sequer terminou, seria de R$ 474.890,91.

O montante foi levantado pelo blog do Neto Ferreira no Portal da Transparência da Casa, comandada pelo correligionário Othelino Neto (PCdoB).

A maior parte dos gastos de Adelmo são com o privilégio classificado como “outras despesas de locomoção”, que contempla locações ou fretamento de aeronaves, veículos e embarcações, além de serviço de táxi, pedágio e estacionamento, e passagens terrestres, marítimas e fluviais.

Entre janeiro e novembro, ao todo, Adelmo já foi indenizado em R$ 162.751,49 com esse tipo de gasto.

Apesar de apenas recentemente, devido ao avanço da vacinação contra a Covid-19 no Maranhão, ter havido a diminuição do isolamento social, no período do levantamento, os gastos com combustíveis e lubrificantes já alcançaram o valor de R$ 122.863,34.

Como a transparência da Assembleia Legislativa é opaca, não há detalhamento exato sobre qual foi o tipo de despesa, nem a divulgação de notas fiscais para acesso público. Embora não se possa afirmar a existência de corrupção com o dinheiro público do “cotão”, a falta desses dados facilita o desvio de dinheiro público.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários