Poder

Senador pode virar alvo de Ação por comentário transfóbico em rede social

A Secretaria dos Direitos Humanos e Participação Popular do Maranhão (Sedihpo) acionou a Defensoria Pública, Procuradoria Geral do Estado e o Ministério Público para que adotem as medidas necessárias sobre o suposto crime de transfobia cometido pelo senador Roberto Rocha contra a adolescente e influenciadora digital, Alex Brito, conhecida como Bota Pó.

A declaração foi publicada na conta oficial da pasta no Twitter na terça-feira (26) logo após o parlamentar publicar em suas redes sociais críticas pesadas sobre a campanha publicitária da Secretaria de Educação do Maranhão (Seduc) que tem como personagem principal a criadora de conteúdo.

Sedihpo já havia se manifestado sobre o caso afirmando ter sido lamentável e cruel o posicionamento de Rocha nas redes. A pasta disse ainda que o senador “destila ódio, homofobia e transfobia contra uma adolescente maranhense”.

Lamentável e cruel o posicionamento do senador Roberto Rocha que destila ódio, homofobia e transfobia contra uma adolescente maranhense. Ao invés de se preocupar com os problemas reais do país como a fome, a miséria e o desemprego, por exemplo, ataca a campanha da @EducacaoMA, que valoriza uma das nossas personagens maranhenses adolescentes que é destaque no país com a sua arte, tentando jogar a população contra as políticas de educação no estado do Maranhão. A Bota Pó não é “um jovem fazendo papel de menina”, mas uma adolescente que está vivendo o seu gênero e sua sexualidade e pra isso exige respeito e liberdade. Sim, uma adolescente trans, protagonista da nossa juventude, que traz em sua vida e história uma mensagem política: a escola não pode ser lugar de exclusão. Queremos um Estado para todes, por isso a escola dignas tem que ser inclusivas e sem preconceitos. Botá Pó na nossa campanha estadual de Educação é uma belíssima mensagem sobre direitos humanos, inclusão, respeito e de combate a LGBTfobia aos maranhenses. Respeite, senador“.

Após reação dos internautas, o senador apagou a publicação e em seguida postou uma nota alegando que não questiona se a peça publicitária faz “apologia a homossexualidade ou não”, mas diz que a Seduc deveria escolher para estrelar a propaganda “um maranhense que tenha se destacado em alguma área”, não “um jovem homossexual assumido fazendo o papel de menina”.

“Hoje, 26/10, fiz um post criticando a propaganda do Governo do Maranhão de lançamento de uma nova plataforma educacional para crianças. Li comentários de que eu estaria ofendendo a digital influencer contratada para fazer a propaganda. Excluí o post para deixar claro que não foi essa minha intenção. Questionei a propaganda oficial, pois penso que cabe a cada família escolher o momento e a forma de abordar o tema sexualidade com suas crianças”, publicou.

Bota Pó é uma jovem trans de 16 anos, moradora de Bacabal, que faz sucesso nas redes sociais com um perfil de humor, onde também ensina técnicas de maquiagem. Ela já conta com mais de 400 mil seguidores.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Senador pode virar alvo de Ação por comentário transfóbico em rede social”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Diário Codoense

    Alguém sabe quem é a maranhense Júlia Vieira, aluna de Imperatriz, que tirou nota 1.000 em redação no ENEM 2020, ficando entre os 28 candidatos que tiraram nota máxima a nível nacional? Claro que não, pois o importante é “lacrar” e “sambar na cara da sociedade”.

    * Clique em Diário Codoense e obtenha notícias de Codó.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários