Poder

Ministério Público prorroga investigação contra empresa de sócio do dr. Julinho

O titular da 1ª Promotoria de Justiça Cível de São José de Ribamar, Márcio José Bezerra Cruz, prorrogou o prazo da investigação preliminar contra a Life Procedimentos Médicos Ltda, empresa do sócio do prefeito de São José de Ribamar, médico Júlio César de Sousa Matos, o dr. Julinho.

Em um despacho, o representante ministerial justificou a prorrogação afirmando que há a necessidade da continuidade das investigações.

Além disso, determinou que a Prefeitura fosse notificada sobre a informação. O dono da Life não foi notificado devido a ausência de endereço.

O procedimento investigatório foi iniciado como uma Notícia de Fato após a reportagem do Blog do Neto Ferreira denunciar o caso no início do mês de julho, onde relatava que o prefeito pagou R$ 1,6 milhão para Life Procedimentos Médicos Ltda nos meses de abril e maio com dinheiro público.

A empresa pertence a Everton de Carvalho Romão Ribeiro, sócio do dr. Julinho na Procemed – Procedimentos Médicos Ltda.

A Life recebeu dos cofres públicos os valores R$ 806 mil e R$ 809 mil, totalizando R$ 1,6 milhão. Além de sócio, Everton Romão era Assessor Especial 1, símbolo ISO-2, da Assessoria Jurídica de Ribamar e ocupava o cargo de Diretor da Maternidade Municipal.

Seis dias depois da abertura do procedimento no Ministério Público, o prefeito ribamarense exonerou o seu sócio do Executivo Municipal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários