Poder

Paraquedista morre nos Lençóis Maranhenses após queda em evento

Na tarde de quinta-feira (19), um paraquedista morreu ao sofrer um acidente em Atins, vilarejo de Barreirinhas.

Gildson de Oliveira, de 55 anos, era do Estado de São Paulo e participava do Boogie dos Lençóis 2021, um dos maiores eventos de paraquedismo do país, nos Lençóis Maranhenses.

O acidente com o atleta aconteceu na Lagoa Azul. Ele caiu após perder o controle do paraquedas e estava a 15 metros de distância do solo. Gildon chegou a ser levado ao Hospital Regional de Barreirinhas, mas não resistiu, segundo o Corpo de Bombeiros.

O Instituto Chico Mendes de Bio Diversidade (ICMBio), responsável pelo Parque dos Lençóis, afirmou que o evento tem autorização para ser realizado e se solidarizou com amigos e a família da vítima. Leia:

“O ICMBio informa que na data de hoje (19/08/2021) durante o evento de paraquedismo Boogue dos Lençóis, um atleta sofreu um acidente e veio a óbito na Lagoa Azul no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. O evento está em sua 6⁰ edição e possuía autorização do ICMBio e das demais autoridades competentes, inclusive na adição de 2021. Como condicionante ao evento a organização disponibilizou uma Equipe de Atendimento de Emergência composta por Bombeiros Civis que realizaram o atendimento no local, entretanto, a gravidade do acidente não possibilitou o salvamento da vítima. A Policia Civil está investigando as causas do acidente. Neste momento de pesar, nos solidarizamos com amigos e família da vitima.”


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Paraquedista morre nos Lençóis Maranhenses após queda em evento”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Armando

    Estava no local a passeio e infelizmente presenciei o ocorrido ! A equipe de bombeiros estava mau preparada e quando precisarem de oxigênio, desfribilador, mobilizadores, que são itens básicos para um acidente grave, como foi esse, não tinha, e os que tinham não estavam funcionando ! Em grande parte dos acidentes com vítimas graves sabemos que os primeiros atendimentos são cruciais a vida, estava uma situação precária ! Os próprios colegas e pessoas no local sem ser os bombeiros tentaram reanimar o rapaz ! Falta de estrutura total ! Infelizmente ! E nós turistas presenciamos tudo.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários