Poder

Associação do MP emite nota de repúdio contra caso que envolveu deputado e promotor

A Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão – AMPEM se pronunciou sobre o episódio que envolveu o promotor de Justiça Cláudio Guimarães e o deputado estadual, Yglésio Moisés ocorrido no sábado (14), na praia do Olho d’Água, em São Luís (reveja aqui).

Em nota, a AMPEM manifestou profundo repúdio pelas atitudes praticadas pelo parlamentar, que demonstram o absoluto descaso pelos Poderes democraticamente constituídos.

Segundo a Associação, Yglésio agiu de forma arbitrária, desarrazoada e truculenta ao descumprir uma sentença judicial transitada em julgado. Além disso, o parlamentar teria provocado de maneira desrespeitosa o promotor Cláudio Guimarães.

Leia abaixo a nota:

“A Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão – AMPEM, por sua Diretoria, em razão dos fatos veiculados na Imprensa e nas redes sociais pelo Deputado Estadual Yglésio Moisés, ocorridos na praia do Olho D’água, no último sábado, dia 14/08/2021, vem a público manifestar seu profundo repúdio pelas atitudes praticadas por este parlamentar que, por óbvio, não retratam os posicionamentos e atitudes da Casa Parlamentar à qual pertence, fatos estes que demonstram o absoluto descaso do citado Deputado Estadual pelos Poderes democraticamente constituídos, quando de forma arbitrária, desarrazoada e truculenta desrespeitou uma sentença judicial transitada em julgado (Processo 30424-32.2011.4.01.3700 – 8ª Vara Federal da Seção Judiciária do Maranhão), bem como atos administrativos da Prefeitura de São Luís exercidos para o cumprimento da citada decisão judicial, matéria que também foi objeto da Recomendação 22021, expedida pela 24ª Promotoria de Justiça Especializada de São Luís.

O Deputado Estadual Yglésio ainda agiu de forma provocativa e desrespeitosa em relação à pessoa do Promotor de Justiça Claudio Guimarães, o qual não revidou tais provocações, em respeito à sua condição de autoridade pública e ao cargo representado pelo citado Deputado Estadual.

A AMPEM, por meio de sua Diretoria, externa total apoio ao seu associado Claudio Guimarães, em face do comportamento exemplar demonstrado no trato do problema, atuando com a calma e serenidade necessárias a aqueles que exercem cargos públicos.”

– A Diretoria.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Associação do MP emite nota de repúdio contra caso que envolveu deputado e promotor”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. MERCIAL ARRUDA COELHO

    Com todo respeito aos outros deputados e promotores, que merecem algum tipo de respeito, mas esse dois ai não merecem respeito de ninguém tendo em vista à atitude de ambos, atitude digna de dois moleques, que se acham acima da lei devido ao cargo que ocupam.

  2. Mauricio Ramos

    Esse promotor, como todo ministério público, pensa que está acima da lei. Naquela hora merecia era umas bolachas. Patifes!!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários