Poder

Promotoria pede que prefeito exonere filho e esposa de Secretarias de Presidente Dutra

Prefeito de Presidente Dutra, Raimundo Carvalho e a esposa, Fabiana Carvalho.

O promotor de Justiça de Presidente Dutra, Clodoaldo Nascimento Araújo, pediu que o prefeito da cidade, Raimundo Alves Carvalho exonere o filho e a esposa das Secretarias de Administração e Assistência Social.

O gestor nomeou o próprio filho, Rômulo Carvalho Alves para o cargo de Secretário Municipal de Administração e Finanças e a sua esposa Fabiana da Silva Carvalho para a titularidade da Secretária Municipal de Assistência Social.

Segundo a Promotoria, foi oportunizada ao prefeito a apresentação de documentos comprobatórios acerca da qualificação técnica e respectiva experiência profissional do seu filho e de sua esposa.

A análise dos documentos apresentados pela defesa foi possível observar que Rômulo Carvalho Alves não possui qualificação técnica para o exercício da função ocupada, não sendo comprovada a experiência profissional que o qualifique, se limitando a indicar que o mesmo é sócio das empresas da família e coordenou a campanha do prefeito.

O filho do gestor não comprovou já ter exercido função pública no Poder Executivo Municipal, vindo a ser nomeado, tão somente, no momento em que o seu pai assumiu o cargo de Prefeito.

Para o Parquet, isso indica que a nomeação do secretário de Administração ocorreu única e exclusivamente em razão do parentesco existente entre pai e filho.

Sobre Fabiana da Silva Carvalho, a defesa se limitou a dizer que a mesma estava à frente da linha social desempenhada pela família e coordenou a campanha do Prefeito, não apresentando nenhum documento comprobatório de qualificação técnica.

Após tomar ciência das investigações sobre o nepotismo e não podendo comprovar a qualificação técnica de sua esposa para a Secretaria de Assistência Social, Raimundo Carvalho, a exonerou e nomeou como Secretária Municipal Extraordinária de Articulação com órgãos federais e estaduais, conforme decreto nº. 238, de 1º de julho de 2021.

“Dentre as funções de um secretário de articulação compete a prestação de consultoria técnica e normativa às unidades da Prefeitura na definição e implementação de programas, projetos e atividades de racionalização administrativa, qualidade e produtividade, comunicação e segurança de dados; ainda que o secretário de articulação deve prestar assistência e assessoramento na interlocução com a União, o Estado e outros Municípios, Legislativo e Judiciário; coordenação de assuntos afins ou interdependentes que interessem a mais de um órgão da Administração Municipal; Se o nomeado não possui capacidade técnica, sua nomeação será irregular não somente pela afronta à norma de vedação ao nepotismo, mas também pela plena inaptidão ao exercício do cargo”, pontuou o promotor Clodoaldo Araújo.

De acordo com o representante ministerial, não foi possível comprovar a aptidão técnica e profissional do filho e esposa do Prefeito para assumir a responsabilidade da Secretaria Municipal de Administração e Finanças, Secretaria de Assistência Social e da Secretaria de Articulação Extraordinária com órgãos federais e estaduais.

Clodoaldo Araújo Recomendou ao prefeito Raimundo Alves que exonere o filho e a esposa dos cargos em 10 dias, sob pena de ser alvo de uma eventual Ação Civil Pública.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Promotoria pede que prefeito exonere filho e esposa de Secretarias de Presidente Dutra”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Zeca Soares

    Meu amigo se for pra afastar alguém por inaptidão ao cargo o primeiro que tem que sair é o prefeito, pense num cabra incompetente

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários