Poder

Polícia fecha fábricas clandestinas de armas de fogo em Pinheiro

Três fábricas clandestinas de armas de fogo foram desativadas no fim do mês de junho no Maranhão. A ação foi realizada pelas polícias Civil e Militar do Maranhão, por meio da 5ª Delegacia Regional de Pinheiro e do 10° Batalhão de Polícia Militar, com apoio operacional do Grupo de Pronto Emprego (GPE) e do Grupo de Operações Especiais (GOE).

As fábricas funcionavam nos povoados Juçaral, Fortaleza e Altamira, localizados na cidade de Pinheiro.

Durante a operação, as equipes policiais apreenderam ferramentas, maquinário e matéria-prima que eram destinados à montagem, adulteração e manutenção de armas de fogo.

Além do material apreendido, uma pessoa foi presa em flagrante pelos crimes de Comércio Ilegal de Arma de Fogo e Porte Ilegal de Arma de Fogo.

Segundo apurado pela Polícia Civil, parte dos armamentos eram destinados à caça predatória ilegal de animais na região. A polícia investiga, ainda, se a outra parte do material seria fornecida para reforçar o arsenal de facções criminosas.

Dentre os armamentos produzidos nas fábricas está uma submetralhadora calibre .40, a qual foi apreendida após ter sido empregada na prática de roubo ocorrido no dia 28 de junho deste ano.

A investigação segue no sentido de identificar a autoria dos compradores e demais envolvidos no crime.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários