Poder

Mulher é espancada com ripa por seguranças no Mix Mateus

Jacqueline de Oliveira, vítima de agressão no supermercado Mateus.

Uma mulher de 42 anos denunciou ter sido agredida dentro de uma unidade do supermercado do grupo Mateus, após suspeitas de furtos de produtos no estabelecimento.

O caso ocorreu no final da manhã de terça-feira (20) no Mix Atacarejo Mateus, no bairro do Araçagy, região metropolitana de São Luís.

O Blog do Neto Ferreira teve acesso, com exclusividade, ao Boletim de Ocorrência registrado na Casa da Mulher Brasileira, onde a vítima relata todo o ocorrido.

Jacqueline de Oliveira afirmou que dois seguranças a abordaram na saída do supermercado e a levaram para uma sala, desligaram as câmeras de monitoramento e a espancaram com ripa.

Além disso, a mulher relata que durante as agressões foi xingada de “ladra desgraçada” e que “merecia morrer”. “Me acusaram de furto, sendo que não tinha nada. Estou cheia de hematomas. Quero processar esse pessoal. Até a câmera, na hora que me bateram, desligaram lá da salinha”

Oliveira disse que a sessão de espancamento durou mais de uma hora e ainda foi ameaçada com um tiro.

O caso foi denunciado à Polícia Civil, que deverá abrir uma investigação para apurar os fatos.

A reportagem entrou em contato com assessoria do grupo Mateus, mas até o momento informou apenas que iria verificar o ocorrido internamente.

O grupo Mateus foi criado há 34 anos e possui as bandeiras Mix Atacarejo, Supermercado Mateus, Eletro Mateus e Camiño Supermercados. A rede tem como presidente o empresário Ilson Mateus.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

6 comentários em “Mulher é espancada com ripa por seguranças no Mix Mateus”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Irlanee

    Meu Deus misericórdia isso não se faz independentemente de qualquer coisa eles tem que ser punido

  2. David

    Maria da penha neles!

  3. Katy

    Situação humilhante , ainda mais com uma mulher, tamanha covardia, ainda que fosse verdade esse suposto furto, a maneira de abordagem não seria essa. Me admira um supermercado desse contribuir com tamanha barbaridade.
    Qual segurança uma pessoa tem em ir a um supermercado desse? Se aconteceu com essa senhora pode acontecer com qualquer outra mulher.
    Esse caso deve ser apurado rigorosamente, pois a lei precisa funcionar para todos, sabemos do poder que emana sobre essa rede de supermercados, que esse caso sirva de alerta aos consumidores.
    Vários crimes foram cometidos com essa senhora além da lesão corporal, que absurdo.

  4. Maria

    Um absurdo, a justiça precisa ser feita!

  5. carlos alfredo caosta

    isso nao e novidade outro dia estava la e reclamei de um ocorrido la. e ai na hora apareceram dois homens la querendo me agredir tbm. e quando comecei filmar eles um deles sem identificação ameaçou de tomar meu celular, ai solicitei que eles se identificassem e mostrassem o crachá, eles disseram que eles nao precisavam se identificar. la eles agem desse jeito.

  6. Ildo

    Nunca vi um político apanhando de ripa pelos crimes de roubo, por que será?

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários