Poder

Desembargador aposentado é vítima de assalto em São Luís

Não somente os moradores dos bairros de classe baixa e média vê o índice de assaltos crescendo, mas também os de áreas nobres da capital maranhense.

E essa insegurança que monstra falhas por parte do Sistema de Segurança Publica, pasta gerida pelo delegado Jefferson Portela, tem deixado, também, atormentado aqueles que residem na Península da Ponta da Areia.

A mais recente vítima da criminalidade foi o desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), Benedito de Jesus Guimarães Belo.

O magistrado, que já exerceu função de vice-presidente da Corte, foi assaltado nesta semana próximo do Empório Fribal, da Península, por cinco bandidos armados com pistola em um veículo fiesta de cor vermelho.

Durante abordagem, os elementos anunciaram o assalto e, posterior, roubaram relógio, bracelete, cordão e derrubaram Benedito Belo, que teve vários ferimentos. Os bandidos ainda não foram presos.

O Maranhão contabilizou alta nos casos de homicídio, latrocínio e lesão seguido de morte durante os 3 iniciais meses de 2021 comparado com o mesma data do ano anterior, segundo Monitor da Violência.

Janeiro e março deste ano, foi registrado 483 mortes no estado e 433 do primeiro trimestre do ano passado, caracterizando um aumento de 11,5%.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Desembargador aposentado é vítima de assalto em São Luís”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Gilmar

    Enquanto o Secretário de Segurança faz politicagem e usa a máquina pública para propósitos pessoais, a população está abandonada, não existe classe A ou B, TODOS ESTÃO CORRENDO PERIGO DEVIDO A DESASTROSA GESTÃO DE JERFESON PORTELA, O PIOR SECRETÁRIO DE SEGURANÇA DA HISTÓRIA DO ESTADO DO MARANHÃO.

  2. JOEL

    A insegurança alegada deriva do afrouxamento do sistema carcerário, do excesso de direitos dos apegados que sabem que ganharão a liberdade em audiência de custódia.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários