Poder

Promotoria pede exoneração de parentes do prefeito de Buriti

Sede da Prefeitura de Buriti.

A Promotoria de Buriti emitiu uma Recomendação pedindo que todos os parentes do prefeito Arnaldo Cardoso sejam exonerados do Executivo Municipal.

O documento foi assinado pelo promotor de Justiça Laécio Ramos do Vale, que estipulou o prazo de 10 dias para que o gestor proceda os desligamentos de todos os ocupantes de cargos comissionados, funções de confiança, gratificada e contratos temporários que sejam cônjuges ou companheiros ou detenham relação de parentesco consanguíneo, em linha reta ou colateral, ou por afinidade, até o terceiro grau, com o prefeito, vice-prefeito, secretários municipais, chefe de Gabinete, Procurador-Geral do Município, vereadores ou de servidores detentores de cargos de direção, chefia ou de assessoramento na Administração Municipal.

Foi requerido à Arnaldo Cardoso que se abstenha de contratar em casos excepcionais de dispensa ou inexigibilidade de licitação, pessoa jurídica cujos sócios ou empregados sejam cônjuges ou companheiros ou parentes de gestores municipais.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários