Poder

Escritório de advocacia abocanha contrato de R$ 267 mil na Prefeitura de Mirador

Sem licitação, o escritório Noleto & Aguiar Advogados Associados abocanhou um contrato de cifras altíssimas na Prefeitura de Mirador, administrada por Domingas Cabral.

A contratação ocorreu no dia 24 de março desse ano e foi celebrada pela por meio da secretária de Administração e Finanças, Josinete Rodrigues da Costa.

Segundo as informações, o escritório, que fica localizado em São Luís, deverá prestar serviços de consultoria e assessoria jurídica de Mirador nas demandas de maior complexidade e singularidade dentro das áreas de Direito Constitucional, Administrativo, Financeiro, Trabalhista e Urbanístico, com acompanhamento de processos administrativos e judiciais de interesse do Município nos quais seja parte como autor, réu ou tercei o interessado, especialmente junto aos órgãos do Poder Judiciário e Tribunais situados em São Luís-MA, subseção da Justiça Federal em Balsas-MA, e Brasília-DF, bem corno Tribunais de Contas e demais órgãos de controle externo nas esferas estadual e federal, estes serviços serão prestados nas condições estabelecidas no projeto básico.

O valor total que sairá dos cofres públicos municipais para a conta dos advogados será R$ 267.000,01 mil. Por mês, serão pagos R$ 22.250,00 mil.

O escritório é dos sócios Antino Corrêa Noleto Júnior e Lucas Antonioni Coelho Aguiar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Escritório de advocacia abocanha contrato de R$ 267 mil na Prefeitura de Mirador”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. João Ferreira

    O escritório contratado é o mesmo que defende o pai da prefeita em vários processos movido pelo município de Mirafor. Entre eles ações de execuções que ultrapassado a cifre dia 4 milhões de reais.procesdos 29/2013, 30/2013 dentre outros.

  2. Não Victor

    Esse escritório advogada contra o Município de Mirador em vários processos em que o teu é o pai da prefeita.esse processo s foram movidos pelo Município de Mirador contra o senhor Pedro Gomes cabral.kd a ética, a moralidade pública?

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários