Poder

Empresa de segurança faturou quase R$ 100 milhões em São Luís em 6 anos

Contratada para atuar na segurança privada de prédios públicos da gestão de Edivaldo Holanda Júnior, a Transporter Segurança Privada acumulou uma verdadeira fortuna em 6 anos na capital maranhense.

O Blog do Neto Ferreira apurou que, entre 2015 e 2020, a empresa foi agraciada com quase R$ 100 milhões, que foram pagos em decorrência de contratos e termos aditivos firmados com a gestão de Holanda Júnior por meio das Secretaria de Educação e Hospital Djalma Marques (Socorrão I).

As informações constam no Portal da Transparência da Prefeitura da capital maranhense e no Sistema de Acompanhamento de Contratações Públicas (Sacop) do TCE.

No ano passado, antes de Edivaldo deixar o comando do Executivo ludovicense, a Transporter abocanhou uma bagatela de R$ 27.610.269,94 milhões, segundo pesquisou a reportagem.

Em 2019, o valor destinado às contas da empresa de segurança foi um pouco menor, mas não menos estratósferico. A quantia chegou a R$ 23.648.242,45 milhões.

Já em 2018, a gestão de Holandinha repassou R$ 18.489.558,28 milhões. No ano anterior, foram transferidos R$ 16.834.043,50 milhões para a Transporter. E os repasses feitos entre 2015 e 2016 chegaram na ordem de R$ 8.761.834,56 milhões.

Em 2021, a empresa já movimentou cifras milionárias no Executivo municipal, mas isso é assunto para outra reportagem.

A Transporter fica localizada no bairro do Renascença, área nobre de São Luís, e tem como sócio Sidney Participações Ltda e é administrada por Leonardo Machado Ribeiro Gonçalves.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Empresa de segurança faturou quase R$ 100 milhões em São Luís em 6 anos”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Helena

    Esta empresa foi praticamente jogada na Semed no final de 2015, ela se chamava Pas segurança privada depois mudou oficialmente de nome, não havia formalmente um contrato assinado o que para mim já é um prática irregular. No inicio de 2016, a Semed abriu uma licitação para contratação para vigiar as escolas, e claro e convenientemente a Pas/ Transporter “venceu” a licitação, e no final de 2020 antes de sair a gestão de Edivaldo abiu outra licitação para contratação de empresas para vigilâncias das escolas, e olha só, não é que a Transporter “venceu” de novo!, e por isso ela continua nas escolas à noite, inclusive o contrato foi assinado no dia 15 de março válido por 12 meses, esta empresa é conhecida por não honrar compromissos com seus vigilantes, sengundo os próprios colaboradores, atrasa salários, reduz o vencimento, no sindicato da categoria ela é campeã de reclamações. Foi uma decepção qd a Semed sob a gestão atual respaldou e confirmou a licitação feita por Edivaldo cuja beneficiada foi a Transporter que já explora serviços de vigilância nas escolas há mais de 5 anos. Se era para continuar como estava, melhor seria se Edivaldo voltasse a ser o prefeito já que Braide só respalda tudo do ex-prefeito. Nem vou comentar fa Clasi segurança que tem inúmeros contratos com a administração municipal desde o início de 2013 e a gestão do prefeito da mudança Braide só está renovando o que estão vencendo. Sabemos como se dá a relação empresa privada e poder público, inferimos o que ocorre nos bastidores, mas não podemos ousar questionar porque político honesto é como o vento, todos conhecem, mas ninguém não viu.

  2. Bryan Henrique

    Na realidade essa empresa transporter é do atual senador Ewerton e administrada por esse grupo e o testa de ferro é o Leonardo etc.
    Weverton é o presidente estadual do pdt , Edivaldo Holanda é do pdt etc.
    Eles compraram a empresa pas de seu paulo alves por milhões….

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários