Poder

MPF denuncia sete suspeitos de desviar R$ 13,6 milhões do INSS no Maranhão

O Ministério Público Federal denunciou sete pessoas suspeitas de terem causado um prejuízo de R$ 13,6 milhões ao INSS. Os envolvidos irão responder por estelionato, organização criminosa, falsificação e uso de documentos falsos.

Segundo o MPF, foram identificadas fraudes em 143 benefícios previdenciários e assistenciais concedidos. As investigações começaram depois que uma das denunciadas utilizou documentos falsos para receber um benefício no município de Amélia Rodrigues, na Bahia.

A partir da apuração desse caso foi identificado o restante do suposto grupo criminoso. O crime incluiria fraudes em seis estados: Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.

A denúncia foi oferecida no curso da chamada operação “cucurbitum”, especializada em fraudes de benefícios previdenciários e assistenciais. Até o momento já foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e nove de busca e apreensão, todos na cidade de Jeremoabo, na Bahia.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários