Poder

PF instaura inquérito para investigar prefeito de Codó

Prefeito de Codó, Francisco Nagib

Prefeito de Codó, Francisco Nagib

A Polícia Federal instaurou um inquérito para investigar o prefeito de Codó, Francisco Nagib, e o diretor do Hospital Geral do Município, Josué Pinho da Silva Júnior, por fraude em licitação.

A Portaria foi assinada pelo delegado federal, Eduardo Alves Queiroz.

O Blog do Neto Ferreira teve acesso ao documento que mostra que a abertura da investigação foi motivada por uma notícia-crime formalizada pelo vereador de Codó, Domingos Soares dos Reis.

O prefeito e o médico foram notificados sobre o procedimento.

A Polícia Federal também requereu a cópia integral do processo licitatório que deu origem ao contrato firmado entre o Executivo e a ADM Médica no valor de quase R$ 16 milhões.

Caso, o prazo de investigação se esgote, os autos serão remetidos à Procuradoria Regional da República para o prosseguimento do inquérito.

A ADM Médica foi contratada pela Prefeitura de Codó em meados de 2018 pelo montante já mencionado acima. E no final do mesmo ano, o médico Josué Pinho da Silva Júnior foi nomeado como diretor do HGM. Ele seria o sócio oculto da empresa.

Em consulta à Receita Federal, o nome do Dr. Junior não aparece no quadro societário da ADM, no entanto a sua esposa Samira Raquel Martins da Silva, e o seu parente Victor Hugo Pinho da Silva Pereira, estão como sócios.

O caso também foi denunciado ao Ministério Público Estadual.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “PF instaura inquérito para investigar prefeito de Codó”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. GRACILIANO

    Apenas um detalhe, esse fato ocorreu em 18 de MARÇO de 2020 (ver data).

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários