Poder

Zito Rolim é impugnado por ser “ficha suja” e envolvido com trabalho escravo

Apoiado por Francisco Nagib, prefeito de Codó, José Rolim Filho teve a candidatura impugnada por estar inelegível. O pedido de impugnação foi feito pela coligação “União do Povo” (PSDB/MDB/PODE/PSD/REPUBLICANOS/PL/PT/PV).

Segundo o documento, Zé Rolim não tem idoneidade moral e encontra-se em situação de inelegibilidade, portanto não poderá concorrer ao cargo de prefeito de Codó.

Ainda de acordo a coligação, o candidato apoioado por Nagib tem contra si contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, no bojo da Tomada de Contas nº 8057/2010-TCE/MA, sendo, portanto, “ficha suja”.

Outro ponto destacado pelo documento é que Rolim vem constando há vários anos na relação do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) de empregadores autuados por submeter trabalhadores em condição análoga à escravidão.

“Para se ter uma ideia da gravidade das condutas e da manifesta carência de idoneidade moral, em uma das fiscalizações ocorridas na Fazenda “São Raimundo/São José” foram encontrados 24 funcionários do Impugnado em péssimas condições de trabalho, conforme relatório da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego.”, frisou coligação “União do Povo”.

Veja o documento aqui


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários