Poder

Gil Lopes é réu em 12 processos na Justiça por enriquecimento ilícito e fraude em licitação

Candidato a prefeito de Barra do Corda, Gilvan José Oliveira Pereira, mais conhecido como Gil Lopes.

O candidato a prefeito de Barra do Corda, Gilvan José Oliveira Pereira, mais conhecido como Gil Lopes, é réu em 12 processos na Justiça Estadual por irregularidade em licitações, improbidade administrativa e enriquecimento ilícito.

As Ações foram protocoladas pela 1ª Promotoria de Justiça de Barra do Corda entre o final do ano passado e início de 2020 e são referentes ao período que Gil Lopes comandava a Câmara Municipal de Vereadores.

Em todas as Representações contra o candidato, o Parquet pediu o bloqueio de bens alegando que os indícios de irregularidades são graves e há suspeita de desvios de recursos públicos.

Ao analisar os pedidos, a Justiça entendeu que houve, sim, cometimento de crime contra o Erário e bloqueiou os bens de Gil Lopes.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários