Poder

PGJ denuncia prefeito de Miranda do Norte

Prefeito de Miranda do Norte, Carlos Eduardo Fonseca Belfort.

A Procuradoria Geral de Justiça denunciou o prefeito de Miranda do Norte, Carlos Eduardo Fonseca Belfort, conhecido como Negão, a Tribunal de Justiça do Maranhão.

As informações são do Sistema Integrado do Ministério Público (SIMP).

A denúncia foi motivada por crime de responsabilidade cometidos por Carlos Negão. O órgão ministerial não informou muitos detalhes sobre a Ação e quais as tipicações enumeradas no documento enviado ao TJMA.

O Blog do Neto Ferreira apurou que a investigação contra o prefeito de Miranda iniciou no ano passado no gabinete do ex-procurador geral de Justiça, Luiz Gonzaga.

Carlos Negão foi eleito prefeito após sair da função de motorista do agora deputado federal Júnior Lourenço, que ocupou o cargo de chefe do Executivo por 8 anos em Miranda de Norte.

No início do mês passado, a a Prefeitura de Miranda foi alvo de uma operação da Polícia Federal que desmontou um esquema fraudulento na compra de respiradores pulmonares e EPIs.

O Blog do Neto Ferreira teve acesso a dois contratos firmados entre a gestão de Negão e a J J da Silva & Santos LTDA, mais conhecida como Ecosolar – Comercio Projetos, localizada em Paço do Lumiar.

A contratação da empresa, que tem como proprietários Josimiel Jorge da Silva e Neusa Maria Santos da Silva Silva, foi em caráter emergencial e custou R$ 181.408,00 mil, que foram pagos antecipadamente pela Prefeitura.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários