Poder

PF encontra um dos maiores laboratórios de falsificação de moeda no Brasil

atribunamt

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (2) a Operação “Matriz 188”, desmantelando um laboratório gráfico de contrafação de cédulas falsas de ótima qualidade de 10, 20, 50 e 100 reais.

Foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão, no interior de São Paulo, mais precisamente em Birigui e Araçatuba, resultando na prisão em flagrante de três integrantes da organização criminosa investigada, que já vinha sendo acompanhada há mais de 12 meses pela PF.

Todos os integrantes já possuíam passagens criminais, inclusive pelo crime de moeda falsa.

A organização criminosa utilizava maquinário diversificado e várias técnicas gráficas para simular os itens de segurança das cédulas verdadeiras. Há também suspeita de que possuam matrizes de cédulas de dólar, o que ainda está sendo objeto de investigação.

Nos últimos três anos, a ORCRIM, ora desarticulada, colocou no meio circulante brasileiro, milhares de cédulas falsas, sendo que foram apreendidas e retidas no comércio e já contabilizadas pela PF: 996 exemplares de R$ 10 (9.960 reais); 58.738 de R$ 20 (1.174.760 reais); 15.234 de R$ 50 (761.700 reais); e 3.012 de R$ 100 (301.200 reais), sem contar com as apreendidas ontem, que ainda estão sendo contadas e periciadas.

No total foram produzidas até o momento, por esta organização criminosa:

77.980 cédulas falsas, somando mais de R$ 2 milhões em dinheiro falso retirado do mercado brasileiro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários