Poder

Policiais militares são presos por extorsão em Imperatriz

Três policiais foram presos suspeitos de praticar extorsão em Imperatriz. Eles foram identificados como Francisco dos Santos Almeida, Soldado do Pará; Vitor Alves Ribeiro Júnior e Dany Wuely Galvão Amaral ambos do Maranhão.

Segundo o Grupo do Serviço Avançado (GSA), um grupo de pessoas teria chegado a uma residência no bairro São José e se passado por policiais do serviço de inteligência do Batalhão. Eles falaram que estariam supostamente monitorando um celular roubado e que após encontrar o objeto, os mesmos pediram a quantia de R$ 5.000,00 para não levar o receptor para a Delegacia.

Através de uma denúncia anônima, o GSA foi até o local e realizou um cerco no local. No momento em que os suspeitos se aproximaram, a equipe abordou os três suspeitos, dois deles estavam em um carro e outro em uma moto. Todos tentaram fugir, mas dois deles que estão no carr, foram interceptados na BR-010.

O suspeito que fugia na moto, largou o veículo mais a frente e entrou em contato com a PM através do número 190. Ele pediu apoio como uma tentativa de disfarçar sua participação no crime. Porém ele foi reconhecido pelas vítimas.

Os suspeitos foram presos e em seguida encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil, onde serão autuados em flagrante e estão a disposição da Justiça.

Junto com eles, também foram apreendidos um carro Golf, uma moto Titan sem placas e três revólveres.

Um dos policiais apreendidos é reincidente. Em 2017, ele e outros 14 policiais militares são suspeitos de participar de uma quadrilha que praticava assaltos a bancos, tráfico e homicídios na região de São Luís e em alguns interiores de estado.

De O Imparcial


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários