Poder

Madeireiros continuam agindo na Terra Indígena Araribóia

G1MA

Índios da Terra Indígena Araribóia, no município de Amarante do Maranhão, localizado a 683 km de São Luís, denunciam que madeireiros continuam agindo na área e ameaçando as comunidades indígenas. A região é a mesma onde o líder indígena Paulo Paulino Guajajara foi morto no último dia 1º de novembro.

De acordo com o índio Flay Guajajara, um caminhão carregado com madeira, que havia sido retirada do território indígena, foi encontrado na reserva. Por se tratar de uma área federal, a fiscalização da região é feita pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Fundação Nacional do Índio (Funai) e a Polícia Federal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários