Poder

Cachorro é morto a tiro no bairro da Jordoa, em São Luís

Moradores da Segunda Travessa da Rua União no bairro da Jordoa em São Luís, denunciam a morte a tiro de um cachorro. Eles dizem que o crime foi cometido por um policial militar que passava na viatura e registraram um Boletim de Ocorrência.

“Eu fiz [B.O] porque é para não ficar impune. Se a gente se calar diante dessa situação, a gente vai estar concordando com tudo de errado que está acontecendo. Hoje foi um cachorro, poderia ser uma criança, poderia ser uma pessoa”, disse a moradora Claudete Silva.

A bala que atingiu o cachorro também acertou o degrau da porta de entrada da casa da moradora Maria das Graças, que se diz revoltada com o caso.

“Como é que um policial tá dentro do carro, o cachorro tá latindo na calçada, e esse cachorro tá incomodando ele? Ele tem por que atirar na porta da casa dos outros, em plena doze e meia da noite?”, afirmou.

A Comissão de Defesa dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão declarou que vai entrar com uma denúncia junto a Delegacia de Meio Ambiente e na Corregedoria da Polícia Militar.

“Exigimos a imediata apuração com cópia à Corregedoria do Sistema de Segurança Pública a fim de, não só apurar a individualização desse autor, mas também buscar a penalidade no aspecto penal e no aspecto disciplinar”, afirmou o advogado Sebastião Uchoa.

A Polícia Militar do Maranhão declarou que o Comando Geral está apurando a denúncia e, se confirmada, será aberto um processo interno para investigar o fato e tomar as providências necessárias.

Do G1,MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários