Poder

Em Santa Helena, Dr. Lobato pagou R$ 13,7 milhões para Cooperativa acusada de desvio

A gestão do ex-prefeito João Jorge de Weba Lobato, Dr. Lobato (Cidadania), em Santa Helena, é investigada após repasses volumosos para Coopmar (Cooperativa Maranhense de Trabalho e Prestação de Serviços).

A cooperativa é acusada de desviar dinheiro público em Prefeituras maranhenses e foi alvo da operação Cooperari, onde seus projetarmos foram presos neste ano.

Segundo informou o site Atual 7, as prestações de contas da Prefeitura de Santa Helena revelaram que entre os anos de 2015 e 2016 foram transferidos cerca de R$ 13.743.621,92 milhões para a cooperativa.

Foram R$ 5.440.455,04 milhões pagos em 2015 e R$ 8.303.166,88 milhões em 2016, por suposta prestação de serviços de terceirização.

No mês passado, o juiz Ronaldo Maciel, titular da 1ª Vara Criminal de São Luís, autorizou o compartilhamento de provas obtidas no bojo da ação penal contra Coopmar e enviou para a promotoria da Santa Helena.

Se comprovado que houve, também, irregularidades nos repasses da Prefeitura de Santa Helena para cooperativa, o ex-prefeito Dr. Lobato pode ser alvo de uma nova fase de operação da força-tarefa da Polícia Federal, Gaeco (Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas) e Seccor (Superintendência Estadual de Prevenção e Combate a Corrupção).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários