Poder

Câmara pede autorização da Justiça para ouvir Tiago Bardal sobre espionagem a políticos

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, da Câmara Federal, enviou um pedido de autorização ao juiz Francisco Ronaldo Maciel Oliveira, da 1ª Vara Criminal de São Luís, para que o delegado da Polícia Civil, Tiago Bardal, vá a Brasília e explique à Casa o caso de espionagem contra desembargadores e políticos maranhenses.

Bardal encontra-se preso desde o final do ano passado e vem fazendo acusações sérias contra o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, sobre o uso de forma pessoal do aparato da Segurança.

A Comissão também convocou o delegado afastado Ney Anderson para prestar esclarecimentos sobre o caso, uma vez que o mesmo tem reafirmado e trazido novas denúncias contra o chefe da SSP. Assim como os denunciantes, Portela também deverá ir à Brasília falar sobre as imputações que recaem sobre si.

A audiência será realizada no dia 2 de julho às 16h30 no plenário da Câmara dos Deputados.

O autor das convocações, Aluísio Mendes (Pode-MA) disse que o caso é grave e precisa ser apurado com rigor.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários