Poder

Dupla é presa acusada de assassinar ex-secretário de Pinheiro

Dois homens foram presos e um adolescente foi apreendido na noite desta quinta-feira (21), de Pinheiro, por suspeita de participação no assassinato do professor e ex-secretário de Pinheiro, Algenir dos Santos Ferreira, que teve o seu corpo encontrado na última terça-feira (19), em Presidente Sarney.

De acordo com informações preliminares, os dois suspeitos de participação no assassinato foram identicados como Ítalo e Wellington. Os homens, junto com o adolescente apreendido, eram conhecidos de Algenir dos Santos Ferreira e frequentavam a casa dele. Na casa do adolescente, os policiais encontraram pertences do professor, como notebook e roupas.

Assim que souberam da notícia da prisão dos suspeitos de assassinarem o professor Algenir, populares se aglomeraram na Delegacia de Pinheiro, que teve a segurança reforçada.

Entenda o caso

O corpo de Algenir dos Santos Ferreira foi encontrado morto, com várias perfurações de faca, na manhã de terça-feira (19), em um povoado do município de Presidente Sarney. De acordo com informações policiais, o corpo foi achado por um morador, que acionou a polícia. Algenir Santos era professor da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e ex-secretário de Cultura e Turismo de Pinheiro.

De acordo com o delegado Oseias Ferreira Cavalcanti, investigações preliminares apontam que Algenir Ferreira foi vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte). O professor foi assassinado em sua casa, em Pinheiro, na noite de segunda-feira (18).

Após cometerem o latrocínio, os criminosos levaram o corpo do professor Algenir, envolto em um lençol, até a cidade de Presidente Sarney. O carro de Algenir, um Fiat Cronos de cor branca e placa PTD-6677, foi subtraído na ação criminosa.

Do Imirante.com


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários