Poder

Desembargador suspende paralisação dos rodoviários prevista para amanhã

O desembargador José Evandro de Sousa, da Justiça Federal do Trabalho, proferiu sentença determinando que o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão mantenha em atividade, a partir desta quinta-feira (08), 80% da frota de coletivos que serve São Luís.

A medida, solicitada pelo Município, impede que a categoria realize possível paralisação anunciada desde a semana passada e que iria coincidir justamente com o período carnavalesco na capital maranhense. Caso a medida seja descumprida o Sindicato terá uma multa diária de R$ 50 mil.

“Determino, ainda, que o Sindicato dos Trabalhadores requerido, bem assim o dos patrões, observem o seguinte: não coaja ou impeça os trabalhadores, que não queiram aderir ao movimento, de trabalhar; não permitam que os ônibus sejam retidos nos pátios das garagens; não pratique ato de vandalismo, como destruição de bens públicos ou particulares; não promova reuniões ou passeatas nas vias públicas de acesso preferencial de modo a impedir a circulação de pessoas e de qualquer tipo de veículos automotores; não bloqueie as entradas/garagens das empresas prestadoras de serviço de transporte público municipal, sob pena de multa de R$ 50.000,00, por qualquer delas”, afirmou o desembargador José Evandro de Sousa, da Justiça Federal  do Trabalho.

O Sindicato dos Rodoviários justificou a possibilidade da realização do movimento afirmando que as empresas não estão honrando compromissos com motoristas e cobradores, dentre eles atrasos salariais; não pagamento de ticket alimentação e plano de saúde; e não pagamento do décimo terceiro.

O Sindicato ainda não se manifestou sobre a decisão.

 

Portal Guará


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários