Poder

Desembargador Castro frisa que eleição foi democrática

O desembargador José de Ribamar Castro conversou com o titular do Blog do Neto Ferreira sobre o resultado da eleição do Tribunal de Justiça do Maranhão ocorrida na manhã de quarta-feira (4) e disse que o processo de escolha do presidente da Corte tem que ser democrático.

Castro disse, ainda, que a eleição é um procedimento normal, regimental e que está dentro das normas do Tribunal de Justiça.

“Não tem esse negócio de tradição. Nós estamos partindo para um processo democrático, porque estamos tendo a votação, a participação de todos os desembargadores, eu particularmente acho que deve se estender do colegiado que todos os desembargadores que ainda não ocuparam cargo de direção possa concorrer.”, afirmou Castro.

A disputa para o cargo de presidente do TJMA teve como vencedor o desembargador José Joaquim Figueiredo com 16 votos contra 10 da desembargadora Nelma Sarney.

Joaquim comandará a Corte pelo biênio 2018/2019.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários