Poder

Câmara de São Luís repudia lista fechada proposta na reforma política

A Câmara Municipal de São Luís vai encaminhar ao presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM), e ao presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (PMDB) Moção de Repúdio contra a tentativa de incluir lista fechada na proposta de Reforma Política que está em fase de discussão. O encaminhamento foi atendendo a solicitação do vereador Pavão Filho (PDT).

O documento será encaminhado ainda aos 18 deputados federais e aos três senadores que compõem a bancada maranhense no Congresso Nacional, por, segundo o vereador, tratar-se de um golpe contra o povo, contra a democracia e um atentado contra a participação popular, impedido que o povo escolha seus representantes de forma clara e transparente.

“A manobra da lista fechada não atende aos anseios da população, restringindo o direito de escolha do cidadão, que terá seus representantes selecionados por partidos políticos, que indicarão nomes, privilegiando, oportunizando, manipulando e comercializando cargos, levando à perpetuação no poder, em que oligarquias partidárias se eternizaram no controle”, disse o parlamentar.

O pedetista destaca também que a lista fechada representa a violação do direito de escolha e que vai totalmente contra o princípio da democracia e da vontade popular. “O que nos faz repudiar, nos posicionar e nos manifestar contra, pedindo em nome de Deus e do Povo de São Luís, que os deputados federais e senadores do Maranhão votem contra”, afirmou.

Pavão observa que há propostas distintas que podem ser adotadas na reforma política, como o voto distrital, distrital misto e distritão, nas quais as propostas possibilitam que o eleitor escolha o seu candidato de forma explícita.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários