Poder

Governo Flávio Dino volta a contratar empresa investigada no Piauí

11depois-768x1024

O Governo do Maranhão, por meio da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), órgão subordinado à Secretaria de Saúde, voltou a contratar a empresa Distrimed Comércio e Representações Ltda, que fica localizada em Teresina (PI) e tem como proprietários Mário Dias Ribeiro Neto e Luiz Carvalho dos Santos.

O valor do contrato é de R$ 2.323.125,00 milhões e a prevê a aquisição de materiais médico hospitalar (seringas e outros).

No 2º semestre de 2016, a empresa piauiense faturou alto no governo comunista. Os pagamentos chegaram a marca de R$ 2.409.579,36 milhões. Todos com dispensa de licitação. (reveja).

O Blog do Neto Ferreira apurou que a Distrimed já esteve envolvida em um esquema criminoso que desviou R$ 7 milhões dos cofres públicos do Piauí. A organização foi desarticulada pela Polícia Federal durante a operação Gangrena.

À época, a PF identificou que quatro empresas ganhavam constantemente as licitações em preços por lotes e, ao entregar os medicamentos cobravam por um item com um preço muito maiores e ao mesmo tempo que aumentavam os valores, os remédios faltavam nos hospitais.

Por conta dos desvios, a empresa piauiense ficou proibida de contratar com o Poder Público do Piauí. (relembre).

O contrato atual foi firmado em 21 de março de 2017 e deverá findar em 12 meses.

Veja os detalhes do acordo contratual:

dristimed


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários