Poder

Em busca de aventura, jovens se arriscam em prédio abandonado na Cohama

esqueleto

Em busca de aventura, jovens se arriscam cada vez mais. A imagem acima mostra exatamente isso. Adolescentes estão sentados em uma estrutura metálica do prédio abandonado, que fica localizado no retorno da Cohama. Ao que parece, a barra de metal fica no último andar do “esqueleto” da OI, como é conhecido.

O perigo é grande, afinal o local não tem qualquer tipo de segurança ou monitoramento por parte da telefonia OI, responsável pelo prédio.

Segundo informações, o imóvel serve para “festas” promovidas por jovens, que são sempre regadas a bebidas e drogas. Lá, também, é local de prática de esporte radicais, como o rapel.

Escuro e sem segurança, o “esqueleto da OI”, na noite da última terça-feira (07), foi palco de uma tragédia, que vitimou a jovem Rafaella Santos, de 18 anos. Ao que tudo indica, no momento do acidente, estava sendo realizado um encontro com música e bebida, que muitos chamam de “resenha”.

As causas do acidente deverão ser investigadas e abre um debate sobre quem é o verdadeiro culpado pelos acidentes que ali ocorrem.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários