Poder

Alvo da PF, filho de Lobão foi sócio de acusado de desvios em fundo de pensão

Márcio Lobão e Alexej Predtechensky tiveram sociedade em loja de carros em Brasília

IMG-20170219-WA0061

Alvo da Operação Lava Jato nesta quinta-feira (16), Márcio Lobão, filho do senador Edison Lobão (PMDB-MA), tem em seu currículo episódios que, hoje, preferiria esquecer.

Ele foi sócio, por exemplo, de Alexej Predtechensky, ex-presidente do fundo de pensão dos Correios, o Postalis, entre 1994 e 2009, numa loja de revenda de carros: a Prestige Auto Importadora de Carros Ltda. O estabelecimento funcionava em Brasília. ÉPOCA revelou a sociedade de Lobão e Predtechensky em maio de 2014.

Em julho de 2016, Predtechensky, cujo apelido é Russo, foi denunciado pelo Ministério Público Federal por fraudes no Postalis que superam R$ 400 milhões. A tempo: Russo chegou ao Postalis pelas mãos do senador Edison Lobão.
Russo sempre negou as acusações de irregularidades no Postalis.

Da revista Época


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários