Poder

Notas da manhã

Eleições

As campanhas municipais, que começam agora, terão de prestar contas à Justiça Eleitoral a cada 72 horas. Será mais fácil acompanhar doações e gastos suspeitos.

Tomate

As condições precárias dos alimentos perecíveis do supermercado Mix Mateus do Maiobão estão sendo alvos de reclamações por parte dos clientes. “É uma falta de respeito para com os clientes”, reclamou um consumidor.

Veja abaixo o estado do tomate colocado para a venda no local:

IMG-20160815-WA0081


Decisão

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou seguimento ao recurso especial do presidente afastado do SINDJUS/MA, Aníbal Lins. O sindicalista foi candidato ao cago de deputado estadual nas eleições de 2014, pelo Partido dos Trabalhadores (PT), mas teve as contas reprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA).

“Quanto ao suposto dissídio sobre a consequência da omissão em registrar os gastos com a contratação de serviços advocatícios e contábeis este Tribunal Superior já decidiu que, ‘muito embora os serviços advocatícios não tenham relação direta com a divulgação da campanha política, constituem ato acessório a esse fim e, por isso, configuram gasto eleitoral que exige a emissão do respectivo recibo e sua contabilização na prestação de contas’ “, aponta trecho da decisão.

B


Notificação

Foto 1_Divulgação_Procon_15082016 - PROCONMA inicia Operação com Todo Gás e notificará cerca de 50 revendedoras no Estado

O Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/MA) iniciou, nesta segunda-feira (15), a operação ‘Com Todo Gás’. Um total de 49 revendedoras de gás de cozinha deverão comprovar junto ao Instituto que funcionam dentro das normas nacionais exigidas e justificar os preços praticados.

Serão notificados estabelecimentos em Santa Inês, Itapecuru, Açailândia, Barreirinhas, Caxias, Codó, Pinheiro, Viana e Pedreiras. Em Santa Inês, a fiscalização foi realizada logo depois do Diálogo com os servidores do Procon e do Viva, durante o qual o gestor dos dois órgãos, Duarte Júnior, apresentou as diretrizes para melhorar a qualidade dos serviços oferecidos.

TCE-MA

tribunal_contas

22 do total de 571 servidores do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) não compareceram ao recadastramento realizado pelo órgão no prazo estabelecido. A medida foi tomada após a repercussão do caso do ex-assessor do TCE, o médico Thiago Augusto Maranhão Cardoso – filho do deputado federal Waldir Maranhão (PP) –, nomeado em 2013 com salário de R$ 7,5 mil e auxílio-alimentação de R$ 800, que aparecia nos quadros do Tribunal, mas cumpria expediente como anestesista no Instituto Dante Pazzanese, em São Paulo (SP).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários