Poder

Cláudia Durans diz que João Castelo deveria estar preso dentro do VLT

PSTU1

A candidata do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU), a professora Cláudia Durans, afirmou durante a sabatina do jornal O Estado do Maranhão, realizada na manhã desta segunda-feira (16), que o ex-prefeito e atual deputado federal, João Castelo, deveria estar preso. Durans foi a 6ª entrevistada.

“A proposta do VLT trazida para cá em 2012 é outra perversidade e que o gestor que trouxe deveria está preso dentro no VLT. São R$ 7 milhões que poderiam ser investidos em educação, na mobilidade urbana, mas não foi feito. Todo esse dinheiro gasto no VLT que para nada serve”, declarou Cláudia Durans.

A candidata socialista criticou a falta de acessibilidade no sistema de transporte público de São Luís e disse que a licitação do transporte é “balela”. “O processo licitatório não quebra o cartel existente. Basta você sair de São Luís para outras capitais que você vai perceber como os ônibus são sucateados aqui em São Luís. Defendemos passa livre para desempregados e estudantes. Queremos a criação de companhia para tratar sobre o transporte”, frisou Durans.

Na sabatina, a professora de Serviço Sociais ressaltou que os Conselhos populares estão servindo de politicagem. “A composição desses conselhos não pode ser feita para beneficiar os políticos. Defendemos os conselhos populares sem uso para politicagem”, pontuou.

Cláudia Durans falou também sobre cultura, saúde, do tempo que possui de propaganda eleitoral na televisão e no rádio.

A socialista que, se eleita, fará o possível para que a construção de um novo hospital de emergência saia do papel e que a realidade dos socorrões é triste. E disse, ainda, a obra da unidade de saúde é necessária, mas é necessário que tenha uma política de prevenção.

E sobre o tema cultura, Durans declarou que a política de Cultura deve ser descentralizada. “Cultura é uma forma também para tirar o jovem, principalmente, da violência”. E ela falou mais: “A Cultura além dos grandes eventos não chega a população. Teatro, museus, por exemplo, não chega a sociedade e está servindo de politicagem”, criticou.

A candidata do PSTU também fez críticas ao sistema eleitoral ao ser questionado sobre o tempo de propaganda eleitoral que é de apenas 5 segundos, que segundo ela é um sistema feito para privilegiar os grandes partidos, que recebe, financiamento de banqueiros e grandes empresas. Ela negou que o PSTU é um partido de ultra-esquerda e que a denominação é pejorativa. “O PSTU é socialista revolucionário”, afirmou.

E sobre a ação na Justiça Eleitoral para que todos os partidos possam participar de debates na televisão, Cláudia Durans diz que acha justo porque é necessária a participação de todos os candidatos que estão na disputa. “É um retrocesso das emissoras não querer todos os candidatos no debate”, ressaltou.

A professora comentou, ainda, em relação a atual situação política do país, sobre a religião e o seu poder dentro da sociedade e em relação aos negros, as mulheres e ao público LGBT.

1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Cláudia Durans diz que João Castelo deveria estar preso dentro do VLT”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Pedro

    Demonstrou ter respeito e responsabilidade com os Ludovicenses após essa afirmação, enquanto a Eliziane Gama ainda teve a cara de pau de defender essa canalha!

  2. CLAUDIO

    Deveria mesmo, esse furo é tudo culpa dele! Sumiu com o dinheiro e a obra foi pro saco.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários