Poder

Tio do deputado Rubens Júnior está entre os presos pela PF

thumbnail_IMG-20160713-WA0083

Auditor fiscal, Osmir Torres Neto.

O tio do deputado federal, Rubens Júnior, Osmir Torres Neto, foi acusado de integrar um esquema de propina comandado pelo proprietário da Dimensão Engenharia e Construção, Antônio Barbosa de Alencar. Ele é auditor fiscal da Receita Federal e foi preso, na última terça-feira (12), durante a operação Lilliput, realizada pela Polícia Federal.

As suspeitas contra o servidor da Receita Federal iniciaram quando ouve uma denúncia de que os auditores, Osmir Neto e Cícero, lotados na Delegacia da Receita Federal, em São Luís, estariam recebendo valores em dinheiro do proprietário da empresa Dimensão Engenharia, Antônio Barbosa, para deixar de efetuar lançamentos tributários em desfavor do grupo empresarial.

Os processo investigatório avançou e foi constatado que o auditor Osmir omitiu bens nas declarações, com variação patrimonial a descoberto. Ele também tinha elevada movimentação financeira, com fortes indícios de possível utilização de recursos financeiros sem origem declarada; injustificada morosidade para o encerramento das duas fiscalizações em detrimento das empresas do Grupo Dimensão.

“Além disso, a Corregedoria da Receita Federal também informou que a Ação Fiscal n° 03.2.01.00-2010-00380-2, iniciada no dia 27/10/2010 em detrimento da Dimensão Engenharia, fora concluída pelo servidor no dia 22 de maio de 2013, tendo o auditor autuado a empresa R$ 13.282.315,95 milhões. Apesar do encerramento da ação fiscal com a lavratura do auto de infração, foram detectados sérios indícios de atuação dolosa por parte do referido auditor fiscal, direcionada para que uma parte do crédito tributário estivesse decaído, bem como deixando de juntar aos autos do procedimento documentos necessários para comprovar o método por ele utilizado que seriam impugnados posteriormente pela empresa”, afirmou a Polícia Federal.

Por conta da lentidão da Ação Fiscal, os cofres públicos tiveram um prejuízo de R$ 3 milhões.

Contra Osmir Torres Neto foi decretada prisão temporária, e ele deverá ficar 5 dias no Complexo Penitenciário de Pedrinhas à disposição da Justiça.

9

10

12


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

8 comentários em “Tio do deputado Rubens Júnior está entre os presos pela PF”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Virgulino

    Se junta com a irmã Suely e o cunhado Rubens Pereira na prática de mausfeitos.Familia traquina essa!!

  2. RONALDO

    NETO BOA NOITE, SABES INFORMAR SE ALGUÉM FOI DETIDO NA CIDADE DE PRESIDENTE DUTRA ENVOLVIDO NESSA MESMA OPERAÇÃO

  3. netoferreira

    Foi preso em Presidente Dutra uma analista da Receita Federal.

  4. Carol

    Um grande equívoco , segundo consta passaram um e-mail falso , se passando por ele
    Todos os seus colegas de trabalho estão indignados
    Eles o conhecem e sabem o seu caráter
    Ele que sempre criticou os corruptos e colocarem ele nessa lama
    A maior injustiça vista em toda minha vida

  5. Solange

    Virgulino, vamos descobrir o teu IP moleque, porque nem coragem tu tens de dizer teu nome. Você vai ter que provar o que escreveu. Espere pra ver.

  6. Carlos

    Neto
    Se vc me perguntasse nos meus mais de 40 anos , para citar 3 pessoas mais honesta q eu ja conheci nessa vida , o Osmir estaria entre essas 3 pessoas
    Uma grande injustica que estao fazEndo com esse rapaz , usaram um e mail falso no seu nome, que nao é o dele, e colocaram esse e mail no processo como se fosse o dele
    Se eu fosse ele , entraria c danos morais contra todos que citaram e envolveram seu nome nessa tramoia
    Por isso nao publique o que vc nao tem certeza
    Ah tambem no email,com erros groseiros de português, que ele jamais cometeria
    Quem passou em um concurso para auditor nao comete erros grosseiros de portugues, e principalmente ele que é também uma das pessoas mais inteligente que conheço
    Por favor procure se informar
    Um abracço e lhe agradeço se vc se informar sobre esses rapaz

  7. netoferreira

    Nobre amigo Carlos, o nosso intuito é informar a sociedade com base nos documentos de relatórios de investigação da Polícia Federal.

    Não sou eu quem o acuso, mas sim os delegados responsáveis pelo caso.

  8. Carlos

    Um grande equívoco,pois a Polícia Federal que faz um trabalho minucioso, nao verificar a origem do suposto e-mail (IP), o volume e a rotina dos trabalhos dos auditores fiscais em Sao Luís, o padrao de vida da pessoa, bem como a evoluçao do patrimônio na declaraçao de imposto de renda. Espero que tudo seja esclarecido e que Justiça seja feita e os verdadeiros culpados sejam punidos.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários